Piauí devolveu R$ 12 mi em benefícios; fraude pós-óbito é a mais detectada

Piauí devolveu R$ 12 mi em benefícios; fraude pós-óbito é a mais detectada

11/02/2019 - 11:19

O Gerente Executivo do Instituto Nacional do Seguro Social, Ney Ferraz, revela que o Piauí é o 3º Estado do Brasil que mais ressarciu à União valores de benefício pagos ilegalmente em 2018. São Paulo e Rio de Janeiro ocupam a 1ª a 2ª colocação, respectivamente, no ranking de restituição dos recursos aos órgãos públicos. O dado é do setor específico de investigação contra fraudes e ilegalidades do INSS. 

Segundo o INSS, em 2018 o Piauí devolveu à União R$12,5 milhões de benefícios ilegais e proporcionalmente é “em disparado” o estado brasileiro que ressarce os cofres públicos.  Em entrevista ao Cidadeverde.com, Ney Ferraz conta que a principal fraude detectada pelo INSS é o pagamento de pensão pós-óbito, onde familiares continuam recebendo de forma ilegal o pagamento de beneficiários falecidos. 

O gerente ressalta que a parceria com bancos e a Polícia Federal é fundamental para identificar e coibir a prática. Microfilmagens de agências bancárias ajudam na investigação porque revelam quem foi o autor dos saques indevidos. 

Fonte: Da redação
Bookmark and Share