IBGE prevê novo recorde de safra para o Piauí, com alta de 7% na produção

IBGE prevê novo recorde de safra para o Piauí, com alta de 7% na produção

12/02/2019 - 12:12

Em janeiro, a produção brasileira de cereais, leguminosas e oleaginosas para 2019 foi estimada em 230,7 milhões de toneladas, 1,9% acima da safra de 2018. A nova previsão foi divulgadas nesta terça-feira (12), pelo IBGE. Segundo os dados, o Piauí terá uma redução de 3% na área plantada, passando de 1.473.751 hectares em 2018 para 1.428.844 em 2019. Já a produção deve crescer 6,9% no Estado, passando de 4.232.124 toneladas no ano passado para 4.523.712 toneladas em 2019.

Veja as estimativas detalhadas: 

Mandioca
- safra do Piauí: 384.644 toneladas; alta de 15,9% em relação a 2018

Algodão herbáceo (em caroço)
- safra do Piauí: 51.419 toneladas; alta de 106% em relação a 2018

Arroz (casca)
- safra do Piauí: 78.917 toneladas; redução de 27,8% em relação a 2018.

Banana
- safra do Piauí: 46.210 toneladas, alta de 10,6% em relação a 2018.

Cana-de-açúcar
- safra do Piauí: 982.643 toneladas, alta de 17% em relação ao ano passado.

Castanha-de-caju
- safra do Piauí: 24.323 toneladas, queda de 3,4% em relação ao ano passado.

Feijão
- safra do Piauí: 111.370 toneladas, alta de 18,6% em relação ao ano passado.

Laranja
- safra do Piauí: 1.492 toneladas, queda de 25,1% em relação ao ano passado.

Milho
- safra do Piauí: 1.735.050 toneladas, alta de 14,1% em relação ao ano passado.

Soja
- safra do Piauí: 2.566.297 toneladas, alta de 3,9% em relação ao ano passado.

Sorgo
- safra do Piauí: 636 toneladas, queda de 97,3% em relação ao ano passado.

Tomate
- safra do Piauí: 4.209 toneladas, queda de 47% em relação ao ano passado.

Uva
- safra do Piauí:192 toneladas, alta de 276,5% em relação ao ano passado.

Dentre os principais produtos agrícolas no Piauí, o destaque negativo fica por conta da colheita de arroz, cujo prognóstico para 2019 aponta uma safra de 78,9 mil toneladas, o que representa uma queda de 27,85% na colheita ante o ano de 2018. Esse resultado tem como causa a redução expressiva na área plantada do arroz, que diminuiu cerca de 30% em 2019. Segue, abaixo, a relação de 10 municípios do Piauí com o prognóstico de maior produção de arroz em 2019:

 

Fonte: Da redação
Bookmark and Share