Programa Projovem Trabalhador beneficia 10 mil jovens no Piauí


25/09/2010 - 09:09

Preparar o jovem para o mercado de trabalho e para ocupações alternativas geradoras de renda são os principais objetivos do ProJovem Trabalhador, um programa do governo federal e executado pela Secretaria de Trabalho e Empreendedorismo.


No Piauí, o programa beneficia 10 mil jovens e a meta do governo é inserir 30% desse número no mercado de trabalho, o que representa cerca de 3.000 jovens. Segundo a secretária de Trabalho, Larissa Maia, a expectativa é superar essa meta até o final do ano. Para isso, mais de 700 professores se empenham nas etapas de Qualificação Social e Profissional.


Após a conclusão do curso, os jovens estão aptos para inserção no mercado de trabalho e o que se tem hoje no Piauí são mais de 3 mil com empregos diretos.


O Estado apresenta os menores índices de evasão dos alunos dentro do programa. Neste ano foram apenas 145 alunos desistentes, isso demonstra o interesse dos alunos e a qualidade dos cursos e professores. "Estes números mostram que o Estado cumpriu com a missão: Executar com louvor o programa. É um projeto da juventude piauiense", completa a secretária.


Para participar do Projovem Trabalhador o jovem deve ter idade entre 18 e 29 anos, estar cursando ou ter concluído o ensino fundamental ou ensino médio, estar em situação de desemprego e ser membro de família que tenha renda mensal per capita de até um salário mínimo.


São 60 municípios piauienses inseridos no programa, com um total de 334 turmas, onde os jovens aprendem inclusão digital, noções de valores humanos, ética e cidadania e participam de aulas sobre educação ambiental, higiene pessoal e promoção de qualidade de vida. Ao todo, são 350 horas/aula.


"O Piauí trabalha apostando e acreditando na renovação junto ao Ministério do Trabalho e Emprego com o Programa para beneficiar os jovens piauienses.", conclui a secretária Larissa Maia.

 

Fonte:
Bookmark and Share