Vacina que reduz contágio da Aids em 31% é apresentada por cientistas


24/09/2009 - 10:09

Um grupo de cientistas dos Estados Unidos e Tailândia apresentou nesta quinta-feira em Bangcoc uma vacina que reduz o risco de contágio da AIDS em 31,2% após haver realizado testes em 16 mil voluntários, no que supõe a primeira vez que se consegue frear a doença com este tipo de remédio.

"Estes resultados indicam que a consecução de uma vacina para frear a AIDS eficaz e segura é possível", destacou o coronel Nelson Michael, diretor da divisão de Retrovirologia do Instituto de Pesquisa do Exército Walter Reed dos Estados Unidos.

O resultado se anunciou na capital tailandesa por membros do grupo que colabora na pesquisa: o Exército dos EUA, o Ministério da Saúde da Tailândia, o Instituto Fauci, Sanofi-Pasteur e Global Solutions for Infectious Diseases.

O doutor Anthony Fauci disse que ainda não é momento de euforia, mas "não existe qualquer dúvida que é um resultado muito importante", após 20 anos sem avanços.

A vacina em testes é conhecida como RV 144 e mistura duas fórmulas genéticas que não tinham funcionado antes com humanos e que nesta ocasião protegeram 31,2% dos voluntários.

O estudo começou em 2003, contou com 16.402 voluntários - homens e mulheres ente 18 e 30 anos de idade - e começou com a aplicação da vacina à metade e de placebo ao resto.

Das pessoas que receberam placebo, se infectaram 74; enquanto no outro grupo, só 51.

O doutor Fauci assinalou que normalmente os cientistas consideram factível uma vacina quando seu índice de efetividade supera 70%, mas no caso da AIDS qualquer proteção já é um avanço.

Um relatório mais detalhado das provas se apresentará na Conferência de Vacinas da AIDS que será realizada em Paris de 19 a 22 de outubro.

Fonte: Agência de Notícias Efe

 

Fonte:
Bookmark and Share