680 mil universitários estão em cursos mal avaliados pelo MEC


25/09/2010 - 09:09

O percentual de universitários que estudam em escolas reprovadas pelo Ministério da Educação caiu entre 2008 e 2009, passando de 15,6% (ou 735 mil) para 14,5% (680 mil).


Para o governo, os dados indicam que os alunos passaram a se balizar por indicadores de qualidade, ampliados em 2008, ao escolher o curso --tanto calouros como os que já estão no ensino superior, via transferências.


Na outra ponta do ranking, houve aumento de matrículas nas escolas bem avaliadas. Para o ministério, a melhora foi "robusta".


Já os pesquisadores ouvidos pela reportagem dizem que a evolução foi tímida e que a hipótese de ter havido maior atenção às notas é plausível, mas os dados ainda devem ser estudados.


O levantamento foi feito pelo Ministério da Educação e considera dados do Censo da Educação Superior 2009, ainda não divulgado.


Fonte: Uol

 

Fonte:
Bookmark and Share