Comercial faz bonito, segura o todo poderoso Palmeiras, evita eliminação no PI e vai para o jogo de volta em SP


Comercial faz bonito,segura o Palmeiras e vai a SP

24/02/2011 - 11:02

Os heróis do Comercial de Campo Maior travaram uma batalha no estádio Albertão com algumas semelhanças à do Jenipapo, que garantiu na cidade piauiense a independência do Brasil no século XVIII. Os jogadores foram para o confronto da Copa do Brasil em nível inferior. O adversário era o Palmeiras, comparável às tropas portuguesas, bem mais preparado técnica e fisicamente. Os piauienses, de novo, se valeram da raça. Sem sangue, mas muito suor de quem teve menos condições para se preparar.

Comercial segura Palmeiras e vai a São PauloComercial segura Palmeiras e vai a São Paulo

Comercial segura Palmeiras e vai a São PauloComercial segura Palmeiras e vai a São Paulo

O mal dos portugueses, digo, dos palmeirenses, foi começar a vencer a batalha e acreditar que a guerra estava ganha. Depois de fazer 2 a 0 no início do segundo tempo, o time alviverde relaxou. Os campomaiorenses não recuaram. O Comercial fez um gol e frustrou as pretensões do Palmeiras, que queria manter o Brasil colônia, ou melhor, eliminar a partida de volta e descansar. Irritado com o 2 a 1, o técnico Felipão deixou o estádio como o comandante Fidié, vitorioso em campo, mas derrotado em sua meta. Do outro lado, os jogadores piauienses repetiram a história de Campo Maior, feita por ilustres desconhecidos do futebol nacional.

O pobre Comercial, que contou com ajuda do próprio Palmeiras para ter patrocinador, deixa Teresina com a renda de R$ 250.190 (ainda a serem descontadas despesas da partida), valor gerado por 13.482 dos torcedores que pagaram ingresso.

O jogo de volta da Copa do Brasil acontecerá no dia 2 de março em São Paulo. Antes, no domingo, o Palmeiras enfrenta o São Paulo pelo Campeonato Paulista. O Comercial poderá disputar algum amistoso, já que o Campeonato Piauiense só começa em abril.

Comercial segura Palmeiras e vai a São PauloComercial segura Palmeiras e vai a São Paulo

Comercial segura Palmeiras e vai a São PauloComercial segura Palmeiras e vai a São Paulo

O Palmeiras ainda terá vantagem. Empate ou derrota por 1 a 0 classificam o alviverde. Para avançar no torneio, o Comercial precisa vencer por dois gols de diferença ou um gol, desde que com mais de dois marcados na casa do adversário (3 a 2, 4 a 3...). Quem seguir, enfrenta na segunda fase o Uberaba/MG, que eliminou o Santa Helena/GO.


Primeiro tempo

A primeira emoção do jogo veio aos 12 minutos. Na cobrança de escanteio, Maurício Ramos pegou a sobra chutada por Kléber e emendou para o gol. Três zagueiros se jogaram para desviar a bola pela linha de fundo.

Aos 17min, na cobrança de falta de Valdívia na entrada da grande área, Kléber desviou de cabeça e acertou o travessão do goleiro do Comercial.

Dois minutos depois, na arrancada do time piauiense, Isael tentou chutar para o gol, mas pegou mal na bola, que passou bem longe da meta.

O primeiro cartão amarelo saiu aos 20 minutos para Binha, que derrubou Valdívia sem bola na entrada da área. O Palmeiras não conseguiu aproveitar a cobrança.

O gol saiu aos 30 minutos em jogada da lateral direita. Cicinho tocou para o cruzamento de Valvídia. Adriano "Michael Jackson" estava sozinho na entrada da pequena área e marcou, de cabeça, 1 a 0 para o Palmeiras. Ele mostrou uma tatuagem no braço direito e dedicou o gol para a família.


Aos 32min, quase sai o segundo gol. Adriano chegou na grande área e dividiu a bola com dois zagueiros. Patrick chutou o rebote e o goleiro Neto defendeu com o pé. O mesmo salvou o Comercial aos 37min, quando Adriano voltou a aparecer sozinho na ponta esquerda.

A melhor chance do Comercial veio aos 39min pela esquerda. Tiaginho entrou livre e chutou. O goleiro Bruno tocou de leve, a bola tocou o travessão e saiu pela linha de fundo.

Segundo tempo

No intervalo, o técnico Felipão cobrou que o time garantisse a vitória e a classificação. Kléber nem esperou muito para cumprir a ordem. Com um minuto de segundo tempo, ele recebeu a bola na cobrança de lateral e chutou rasteiro no meio de dois zagueiros. A bola acertou o canto direito de Neto: 2 a 0.

Comercial segura Palmeiras e vai a São PauloComercial segura Palmeiras e vai a São Paulo

Aos 14min, Valdívia, melhor jogador em campo, recebeu cartão amarelo por falta dura em Isael. Três minutos depois, o mesmo Isael deu um pisão em Kléber e levou a mesma advertência. O jogo ficou morno. Enquanto o Palmeiras relaxou, o Comercial abusou em errar a pontaria.

Aos 19min, Tiaguinho apareceu sozinho no segundo pau e cabeceou com perigo na cobrança de falta. Quase o Comercial descontou.

Aníbal Lemos decidiu mexer no time piauiense. Aos 20min, tirou o volante Binha e colocou o atacante Puxinha. No Palmeiras, Felipão optou por tirar Valdívia e colocar Chico.

Allison confirmou que a partida mais faltosa na etapa final. Ele interrompeu a arrancada de Kléber na entrada da área e levou cartão amarelo aos 24min. Na cobrança, João Victor acertou a rede pelo lado de fora.


Aos 26min, a arbitragem resolveu ajudar. Adriano arrancou sozinho em grande jogada do Palmeiras. Ele entrou na área sozinho, em condição legal, mas o bandeirinha marcou impedimento.

A derrota não adiantava para o Comercial, que resolveu apostar em Crislan. O jovem jogador de 17 anos entrou no lucar de Zé Rodrigues faltando 16 minutos para o fim da partida.

A mudança pode ter dado sorte. Logo após ela, na cobrança de escanteio aos 30 minutos, o zagueiro Rafael subiu mais alto que os palmeirenses e diminuiu: 2 a 1.

Foi a vez de Felipão mudar. Cicinho saiu da lateral direita para dar lugar a Tinga, que chegou para tentar melhorar o meio de campo, que caiu de produção com a saída de Valdívia. Minutos depois, deu chance ao jovem Miguel no lugar de Adriano, que saiu sem marcar um gol prometido no intervalo com direito a dancinha. Ainda assim, o Palmeiras não embalou.

Aquecimento


Mais de 10 mil torcedores foram ver o jogo entre Comercial e Palmeiras na noite desta quarta-feira (23), jogo válido pela Copa do Brasil.

A torcida do Palmeiras gritou com a entrada do time no gramado para o aquecimento. A escalação alviverde foi divulgada pelo técnico Luiz Felipe Scolari: Bruno; Cicinho, M. Ramos, Danilo, Gabriel Silva; Márcio Araújo, João Vitor, Patrik, Valdivia, Adriano e Kleber.

O Comercial também foi para o aquecimento meia hora antes do jogo. Em menor número, os torcedores fizeram barulho. O técnico Aníbal Lemos começa o jogo com Neto; Barata, Alisson, Rafael e Tiaguinho; Ivan, Evandro, Isael, Binha, Zé Rodrigues e Toni.

De acordo com o presidente da Federação de Futebol do Piauí, Cesarino Oliveira, cerca de 10 mil ingressos haviam sido vendidos até horas antes do jogo.

 

Fonte: