Solenidade de adesão do Piauí a Independencia do Brasil conta com a presença de varias autoridades em Piracuruca


Piracuruca comemora adesão do PI à Independência

24/01/2011 - 11:01

Aconteceu no sábado (22) em Piracuruca, uma serie de eventos, comemorando os 188 anos da adesão do Piauí à independência do Brasil, foi realizado culto evangélico, missa na igreja de Nossa Senhora do Carmo, e a entrega da medalha da Ordem do Mérito Renascença do Piauí a 26 personalidades que se destacaram no trabalho em prol do desenvolvimento do Piauí. Foram condecorados comerciantes, empresários, profissionais da área de saúde, políticos, professores, religiosos e advogados, entre outros, nos graus de Cavaleiro, Oficial e Comendador.

O governador Wilson Martins, acompanhado do prefeito de Piracuruca Raimundo Louro, e dos deputados estaduais Temístocles Filho ( presidente da assembléia), Wilson Brandão (secretário de governo), Robert Rios (secretário de segurança), deputado federal Átila Lira (secretário de educação), comandante da PM no estado cel. Rubens Pereira, coordenador de comunicação Fenelon Rocha varias outras autoridades prefeitos e vereadores da região participaram das comemorações.

Para o governador Wilson Martins é importante homenagear quem deu a vida pela independência do Piauí
" aqui aconteceu aquilo que os portugueses temiam a mobilização popular e isso foi que deu forças para o povo de Piracuruca e do Piauí lutar pela independência, e vamos fazer um estudo e elaborar um projeto para fazer-mos um monumento na lagoa do jacaré em homenagem a luta que aconteceu aqui, é um reconhecimento ao povo de Piracuruca" disse o governador.

Piracuruca comemora adesão do PI à IndependênciaPiracuruca comemora adesão do PI à Independência

O prefeito Raimundo Louro agradeceu por mais uma vez o governador está presente em Piracuruca comemorando esta data "é uma honra para nossa administração estar mais uma vez participando deste momento, que marca a luta do nosso povo pela libertação do Piauí e do Brasil, só temos é agradecer ao governador que é um parceiro do nosso município, tanto que ele estará fazendo um monumento reconhecendo tudo aquilo que aconteceu aqui pela libertação do Piauí e do Brasil" finalizou o prefeito Raimundo Louro.

História - Foi em Piracuruca, no dia 22 de janeiro de 1823, que o alferes Leonardo Castelo Branco divulgou manifesto proclamando a adesão e convocando a população a aderir à Independência do Piauí. O ato público aconteceu no adro da Igreja de Nossa Senhora do Carmo, com grande participação popular.

A maioria dos historiadores concorda que, mesmo sendo um simples povoado, ainda sem autonomia política, Piracuruca participou do movimento libertário que precedeu a separação do Brasil de Portugal.

Quando foi proclamada a independência, em Parnaíba, em 19 de outubro de 1822, o sargento-mor João José da Cunha Fidié partiu de Oeiras em 13 novembro do mesmo ano para sufocar o movimento, passando em Piracuruca em 12 de dezembro de 1822. Ele chegou à Vila de Parnaíba em 18 de dezembro e não encontrou nenhuma resistência. Ao contrário, foi recebido festivamente pelo povo e pela câmara municipal, uma vez que os independencistas, sem recursos militares, fugiram para o Ceará em busca de reforços.

Um dos líderes da independência, Leonardo de Carvalho Castelo Branco, que havia se retirado para o Ceará, após conseguir reforços, dirigiu-se à povoação de Piracuruca, entrando na cidade em 22 de Janeiro de 1823. Ele tomou de assalto as forças deixadas por Fidié, reuniu os habitantes e proclamou a independência no pátio da Igreja de Nossa Senhora do Carmo.

Com a proclamação da independência em Oeiras, Fidié parte em direção à capital para sufocar mais este movimento pela independência. Na ida para Parnaíba, sua passagem por Piracuruca foi tranquila, mas na volta um pequeno grupo de homens, deixado por Leonardo Castelo Branco, montou resistência contra uma coluna das tropas portuguesas.

O pequeno combate com cearenses e piauienses armados, lutando contra os português aconteceu no dia 10 de março de 1823, às margens da Lagoa do Jacaré, servindo como prenúncio da grande Batalha do Jenipapo, que ocorreu no dia 13 de Março de 1823.

 

Fonte: